Os cinco casos de tribunal mais estúpidos do ano :)


Realmente a minha teoria de que a inteligência é finita e a humanidade não pára de aumentar, tende a revelar-se verdadeira com o passar do tempo. And now, without further ado:

Os Stella Awards são prémios conferidos anualmente aos casos mais bizarros
de processos judiciais nos Estados Unidos.

Têm este nome em homenagem a Stella Liebeck, que derramou café quente no
colo e processou, com sucesso, o McDonald’s, recebendo quase 3 milhões de
dólares de indemnização…

Desde então, os Stella Awards existem como instituição independente,
publicando e “premiando” os casos de maior abuso do já folclórico sistema
judicial norte-americano. Este ano, os vencedores foram:

  • 5.º lugar (empatado): Kathleen Robertson, de Austin, Texas, recebeu 780.000 dólares de indemnização duma loja de móveis, por ter partido o tornozelo ao tropeçar numa criancinha que corria à solta na loja. A criança descontrolada era o próprio filho da sra Robertson…

    Terrence Dickinson, de Bristol, Pensilvânia, estava saindo pela garagem duma casa que acabara de roubar. Não conseguiu abrir a porta da garagem, porque o sistema automático tinha defeito. Não conseguiu entrar de volta na casa, porque a porta já se fechara por dentro. A família estava de férias e o sr. Dickinson ficou trancado na garagem por 8 dias, comendo ração para cães. Processou o proprietário da casa, alegando que a situação lhe causou profunda angústia mental. Recebeu 500.000 dólares de indemnização…

  • 4.º lugar: Jerry Williams, de Little Rock, Arkansas, foi indemnizado com 14.500 dólares, mais despesas médicas, depois de ter sido mordido pelo beagle do vizinho. O cão estava preso, do outro lado da cerca, mas ainda assim reagiu com violência quando o sr. Williams pulou a cerca e disparou repetidamente contra ele, com uma pressão de ar…
  • 3º lugar: Um restaurante de Filadélfia foi condenado a pagar 113.500 dólares a Amber Carson, de Lancaster, Pensilvânia, por ela ter escorregado e fracturado o cóccix. O chão estava molhado porque, segundos antes, a própria Amber Carson tinha atirado um copo de refrigerante contra o namorado, durante uma discussão…
  • 2.º lugar: Kara Walton, de Claymont, Delaware, processou o proprietário duma casa de diversão  nocturna por ter caído da janela da casa de banho, partindo os dois dentes da frente. Tentava escapar do bar sem pagar a despesa de 3,50 dólares. Recebeu 12.000 dólares de indemnização, mais despesas dentárias…
  • 1.º lugar: O grande vencedor do ano foi o sr. Merv Grazinski, de Oklahoma City,Oklahoma. O sr. Grazinski tinha acabado de comprar um Chrysler Motorhome Winnebago automático e regressava sozinho dum jogo de futebol. Na estrada, activou o “control cruiser” do carro para 100 km/h, abandonou o banco do motorista e foi para a traseira do veículo preparar um café.
    Como era de esperar, o veículo despistou-se, bateu e capotou. O sr. Grazinski  processou a Chrysler por não explicar no manual que o “control cruiser” não permitia que o motorista abandonasse o volante.

    O júri concedeu-lhe a indemnização de 1.750.000 dólares, mais um Chrysler novo do mesmo modelo.
    A construtora mudou todos os manuais de proprietário a partir deste processo, para se acautelar contra qualquer outro atrasado mental que comprasse um Chrysler.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

One Response to Os cinco casos de tribunal mais estúpidos do ano :)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s